Engenharia da Manutenção 4.0

Uma pílula da Pós, experimente!

  • Agenda

    Sábado/Quinzenal

  • Horário

    08:00h-17:00h

  • Modalidade

    Presencial

  • Carga Horária

    360h mais o TCC

  • Investimento

    R$494,00/mês

  • Duração

    24 meses

  • Próxima Turma

    06 de março de 2021

  • Edital

    1ª Turma

Qual o objetivo?

O curso tem como objetivo principal formar um profissional completo em termos de conhecimento das tecnologias de manutenção 4.0 e as respectivas interações entre as pessoas, as empresas e os governos nesse contexto. Sempre sintonizado com a sustentabilidade e o equilíbrio social. O egresso deste curso estará habilitado a criar novas plataformas de tecnologias que possam facilitar a vida das pessoas no dia a dia, reduzindo custos, minimizando riscos, incrementando a qualidade de vida e, principalmente, socializando o acesso a produtos e serviços de qualidade com preços competitivos. Isto é, democratizando o acesso à soluções de alto nível para gerar maior conforto e segurança para todos.

Quem deve fazer?

Profissionais com nível superior que buscam inovar na área de manutenção.

Qual o objetivo?

O curso tem como objetivo principal formar um profissional completo em termos de conhecimento das tecnologias de manutenção 4.0 e as respectivas interações entre as pessoas, as empresas e os governos nesse contexto. Sempre sintonizado com a sustentabilidade e o equilíbrio social. O egresso deste curso estará habilitado a criar novas plataformas de tecnologias que possam facilitar a vida das pessoas no dia a dia, reduzindo custos, minimizando riscos, incrementando a qualidade de vida e, principalmente, socializando o acesso a produtos e serviços de qualidade com preços competitivos. Isto é, democratizando o acesso à soluções de alto nível para gerar maior conforto e segurança para todos.

Quem deve fazer?

Profissionais com nível superior que buscam inovar na área de manutenção.

Quais os diferenciais?

Cultura imersa em empatia, simplicidade e com visão de longo prazo. Professores com larga experiência na indústria, além da academia. Conexão com empresas de tecnologia de toda a região Sul e Sudeste do Brasil. Cooperação nacional e internacional. Comunidade de cursos paralelos em áreas afins, possibilitando a integração com discentes e docentes de áreas diversas.

TCC é inovador?

Sim, esse é o novo normal! Desde o primeiro dia de aula equipes multifuncionais de quaisquer cursos desenvolvem projetos com foco na inovação, melhorias na indústria ou pesquisa aplicada. É a geração acelerada de oportunidades em tempo real!

Saiba mais

Quais os diferenciais?

Cultura imersa em empatia, simplicidade e com visão de longo prazo. Professores com larga experiência na indústria, além da academia. Conexão com empresas de tecnologia de toda a região Sul e Sudeste do Brasil. Cooperação nacional e internacional. Comunidade de cursos paralelos em áreas afins, possibilitando a integração com discentes e docentes de áreas diversas.

TCC é inovador?

Sim, esse é o novo normal! Desde o primeiro dia de aula equipes multifuncionais de quaisquer cursos desenvolvem projetos com foco na inovação, melhorias na indústria ou pesquisa aplicada. É a geração acelerada de oportunidades em tempo real!

Saiba mais

O que você vai estudar:

Disciplinas

  • Conceitos de controle de ativos;
  • A importância e critério de escolha de indicadores.;
  • Avaliação e tratamento dos indicadores no nível gerencial e nível operacional;
  • As perspectivas das normas PAS 55 e ISO 55000;
  • Modalidades de manutenção;
  • 5S;
  • Produtividade
  • Registro e controle de falhas;
  • Aplicação e controle de planos preventivos de manutenção
  • Manutenção produtiva total.
  • Planejamento para estruturação da gestão do conhecimento na manutenção.
  • Documentação técnica para manutenção com foco em retenção e disseminação do conhecimento.
  • Plano de cargos.
  • Contextualização da manutenção preditiva;
  • Probabilidade de ocorrência e evolução de falha;
  • Técnicas e tecnologias de manutenção aplicadas ao monitoramento da condição de equipamentos.
  • Metodologia de organização do trabalho de reparo: documentação técnica, infraestrutura, listas de verificação;
  • Processos de limpeza;
  • Ferramentas especiais;
  • Reparo por soldagem e usinagem, reparo por metalização e usinagem, insertos, resinas e compósitos para vedação e recuperação dimensional.
  • Usinagem de campo, balanceamento, alinhamento de eixos, purificação de lubrificantes.
  • Função dos ativos;
  • Definição normalizada da falha potencial e funcional;
  • Intervalo P-F;
  • Modos e efeitos de falhas;
  • Consequências da falha;
  • Manutenção centrada em confiabilidade.
  • Processo de Análise de Falhas – Etapas
  • Fractografia e Micromecanismos de Fratura
  • Fadiga e Mecânica da Fratura
  • Abordagem Moderna da Fadiga – Lei de Paris
  • Engenharia de Superfícies
  • Falhas por Desgaste, Desgaste-Fadiga e Corrosão
  • Tipificação de Dados
  • Medidas de Tendência Central
  • Medidas de Dispersão
  • Principais Distribuições de Probabilidades Contínuas
  • Ajuste da Distribuição de Weibull
  • Introdução ao Controle Estatístico de Processo
  • Confiabilidade e mantenabilidade:
  • Análise de valor; 
  • Análise de riscos;
  • Prática de melhoria de valor.
  • Estudo de conceitos como: técnicas e demandas da impressão 3D;
  • Processos, materiais, tempo, custo e integração com escaneamento de superfícies e modelagens CAD 3D.
  •  Fundamentos da impressão 4D e sua integração com a tecnologia de impressão 3D;
  •  Fundamentos de realidade aumentada: dispositivos, interação em ambientes aumentados e aplicacões de técnicas de realidade aumentada na área da manutenção.
  • Conceitos fundamentais de vibrações e análise de sinais;
  • Instrumentação requerida em medições de vibrações;
  • Princípios e técnicas de monitoramento por vibrações;
  • Experimentos de aplicação em sistema rotativo.
  • Software e hardware para a indústria 4.0 para: gestão, monitoramento e análise;
  • Monitoramento e análise à distância;
  • Automação via PDMA, CAD, CAE E CAM;
  • Simuladores;
  • Gestão de projetos;
  • Etiquetas eletrônicas;
  • Scaneamento a laser.
  • Conceitos de engenharia econômica e análise de investimentos como ferramentas de auxílio à tomada de decisão organizacional;
  • Métodos de custeio (absorção, ABC e direto/variável) para aplicações na construção e controle de orçamentos de manutenção;
  • Orçamento Base Zero para manutenção;
  • Conceitos e práticas do custo do ciclo de vida dos equipamentos (LCC).
  • Modelagem de negócios; criação de novos negócios;
  • Startup; processo de geração de valor;
  • Validação de produtos/serviços e soluções;
  • desenvolvimento de clientes e mercado;
  • processo de inovação;
  • Ferramentas para inovação
  • Projeto de Valor
  • Laboratórios de Inovação
  • Cafés Colaborativos
  • Business Time
  • Shark Tank
  • Pitch Day
  • Visitas Técnicas
  • Casos de Sucesso
  • Profissionais de Sucesso
  • Empresas Modelo Classe Mundial
  • Workshops Nacionais
  • Missão Internacional
  • Processos de utilidades: tratamento de água, geração de energia elétrica, geração de energia térmica, geração de ar comprimido, recuperação energética.
  • Estratégias de manutenção para utilidades.
  • Contratos de terceirização de operação e manutenção de utilidades.
  •  Confiabilidade para funções de utilidades.
  • Aplicação de segurança em projetos de instalações de equipamentos: Hazop; 
  • Liberação segura de equipamentos para manutenção: análise de riscos da intervenção, bloqueio de energias, permissão de trabalho;
  • Diretrizes básicas de segurança para intervenções de manutenção;
  • Legislação aplicável às atividades de manutenção: normas regulamentadoras, portarias dos CREAs.

Prof. Dr. Alexandre Augusto Pescador Sardá Coordenador - Ver Lattes

Prof. Dr. Alexandre Augusto Pescador Sardá

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999) e doutorado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina, com período “sandwich” na Florida Atlantic University (2004), trabalhando nas áreas de Acústica e Vibrações Mecânicas. Trabalhou como Engenheiro de desenvolvimento de produtos em empresa da linha branca, na área de Ruído e Vibrações. Desde 2009 é docente da UFPR, no Departamento de Engenharia Mecânica, onde já ministrou as disciplinas de Dinâmica, Vibrações Mecânicas, Elementos de Máquinas, Vibroacústica, dentre outras.

Coordenador

Prof. Dr. Alexandre Augusto Pescador Sardá

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999) e doutorado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina, com  período “sandwich” na Florida Atlantic University (2004), trabalhando nas áreas de Acústica e Vibrações Mecânicas. Trabalhou como Engenheiro de desenvolvimento de produtos  em empresa da linha branca, na área de Ruído e Vibrações. Desde 2009 é docente da UFPR, no Departamento de Engenharia Mecânica, onde já ministrou as disciplinas de Dinâmica, Vibrações Mecânicas, Elementos de Máquinas, Vibroacústica, dentre outras.

Corpo Docente

Convidados Especiais

Uma pílula da Pós, experimente!

  • Agenda

    Sábado/Quinzenal

  • Horário

    08:00h-17:00h

  • Modalidade

    Presencial

  • Carga Horária

    360h mais o TCC

  • Investimento

    R$494,00/mês

  • Duração

    24 meses

  • Próxima Turma

    06 de março de 2021

  • Edital

    1ª Turma

Fale com o coordenador!

A UFPR nos oferece oportunidades multidisciplinares de aprendizado, pois as demandas do mercado percebida por uma equipe professores atentos as novas tecnologias nos proporcionam a atualização necessária e o desenvolvimento de uma carreira profissional diferenciada, nos deixando aptos a novos desafios.

Helcio Turkot

Formado na Pós-Graduação em Engenharia Industrial 4.0

Atuo como professor convidado do INSTA da UFPR desde 2017. Percebo que, ao longo deste tempo, esta comunidade criou um ecossistema robusto, com alto nível de comprometimento dos alunos e professores, não somente nas salas de aula, mas em todas as conexões ao longo da jornada.

Marcelo Kulka

Gerente de Planejamento de Produção (S&OP) e Logística no Grupo Malwee

Fazer parte desse Ecossistema da UFPR é sentir na prática como passar de um divisor de conhecimento para um multiplicador de conhecimento, e ainda criar relações mais sólidas em todos os níveis e ambientes que integram esse grande ecossistema.

Wellington Torres Gil

Supervisor de Produção NTN-SNR

A palavra que mais conecta minha relação com a UFPR é PARCERIA na busca de inovação para um mundo melhor. Estamos em processo de registro de SOFTWARE relacionado a visão computacional, graças a integração ALUNO/EMPRESA/UNIVERSIDADE.

Alessander Boslooper

CEO Grupo Boslooper

O formato do curso tem proporcionado uma elevada interação entre alunos do Ecossistema, além do conteúdo proposto pertinente com a realidade que vivemos. Espero ainda surpresas positivas e conhecimento para aplicação num TCC que seja pertinente com alguma necessidade da sociedade.

Adalberto Régio de Camargo

Engenheiro de Produto – Renault do Brasil

A Pós de EREE da UFPR contribui para a minha formação acadêmica, incentivando a realização de pesquisas, aprimorando minha capacitação profissional e abrindo novos caminhos e desafios. A UFPR consta com excelentes profissionais e estrutura para que os alunos se tornem aptos à exercerem suas profissões como especialistas.

Valéria Baez Lovato

Aluna de Energias Renováveis e Eficiência Energética
Engenheira Ambiental e Gestora Ambiental

A pós graduação em “Energias Renováveis e Eficiência Energética” da UFPR foi um divisor de águas em minha carreira. Pude entender os pontos fortes e fracos na minha formação como Engenheiro de Produção e estou muito satisfeito com o curso. Indico para profissionais das mais diversas formações.

Édipo de Medeiros Ázaro Junior

Técnico do Centro de Suporte de engenharia da Telefônica S/A,
Engenheiro de Produção.

O Ecossistema da UFPR vem ao encontro do que sempre pensei ser uma Universidade, trabalhar o conhecimento inovador de forma colaborativa e sem barreiras mudando o status quo, ou seja, uma visão nova da produtividade sistêmica.

Ney King

Graduação e mestrado em engenharia, especialização em administração e gestão da qualidade/produtividade, experiencia na indústria e academia como diretor e coordenador de cursos.

É a única Pós que conheço que proporciona aprendizado multidisciplinar, onde os conhecimentos e trocas em sala de aula são estendidos para outras dimensões da sociedade. Os alunos estão vendo suas ideias aplicadas no dia a dia e na resolução de problemas usando as tecnologias 4.0

João Luis Mayer

Administrador com Especialista em Gestão da Produção e MBA em Logística. Prof. Na UFPR e Executivo nos últimos 30 anos na área Industrial.

Parceiros