30 nov 2021

Alunos da UFPR criam um AGV de baixo custo para empresa

Autora: Monique Santos.

O veículo foi criado para o estudo da aplicação desta tecnologia em um warehouse.

Já pensou em ter um veículo autônomo em sua empresa, onde seus funcionários podem abastecê-lo com produtos, dar start e ele sozinho se deslocar até um ponto final informado? Sem tomar o tempo de ninguém, o carrinho transporta o que for necessário pelo armazém, otimizando a área de trabalho e gerando produtividade.

Legal, não é?

Essa tecnologia se tornou possível a partir dos estudos, desenvolvimento e aplicação de um veículo autônomo guiado (AGV), desenvolvido pelos alunos, Gustavo Sanches e Lucas Zappani, estudantes de Engenharia Mecânica e Engenharia Elétrica pela UFPR.

O projeto está sendo desenvolvido em parceria entre a Universidade Federal do Paraná e a Neodent empresa do setor odontológico.

foto projeto do AGV

O que é um Veículo Autônomo Guiado (AGV)?

É um veículo seguidor de linha. Com o auxílio de um sensor infravermelho que lê essa linha, ele identifica a posição do AGV, processa a informação e envia uma resposta às rodas, que corrige a sua posição e então segue o seu caminho.

Qual a função deste AGV em um warehouse?

Seu propósito é transportar produtos e matéria-prima de um almoxarifado, como luvas ou baldes de resina, até o ponto final do percurso, o setor onde esses produtos foram solicitados. O inverso também pode ocorrer, alguns itens como produtos acabados são enviados e ele segue seu caminho de volta.

Qual o benefício do AGV para a empresa?

Hoje o transporte de matéria-prima é feito através de um carrinho, onde o funcionário carrega com os materiais requisitados e transporta até o setor de produção, ou ao contrário. O profissional que faz essa atividade, consome um tempo do seu trabalho, interrompe o que está fazendo e atravessa a fábrica para levar esse material.

Com o AGV esse processo é otimizado, ele torna o fluxo contínuo e estável. Antes era preciso acumular matéria-prima para a viagem valer a pena, agora o funcionário não precisa empenhar uma parte do seu tempo para fazer o translado e quem faz isso é o carrinho.

Automação é o futuro das empresas

Locais com a funcionalidade de armazenar materiais em excesso, necessitam de um fluxo de escoamento otimizado, aplicar tecnologias de automação será indispensável para esse processo. O mercado hoje é digital e, se manter conectado, irá assegurar uma maior competitividade à organização.

É necessário trazer a tecnologia para dentro da empresa e interligar com todos os setores, aplicar estratégias que contribuirão com a produtividade e se manter conectado com as novas tecnologias do mercado.

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com seus amigos!

Deixe um comentário